pub

[Estreia] KKing Kong convida Pongo para remix de “Damaia”

[TEXTO] Alexandre Ribeiro [FOTO] Direitos Reservados

KKing Kong foi um dos produtores mais relevantes do ano passado, um nome que (ainda) não é recorrente nas headlines, mas que vai deixando a sua marca na actualidade da música nacional. Depois de lançar o primeiro EP, Damaia, em 2016, o membro da Enchufada estreia “Damaia Remexe”, um remix da faixa homónima com a voz de Pongo, a cantora que ficou imortalizada em “Kalemba (Wegue Wegue)” dos Buraka Som Sistema.

Em 2017, Pedro Maurício já teve participação directa em “Agulha no Palheiro”, novo single de Carlão, estando também a preparar novo trabalho a solo e a finalizar temas com Vilão e Mike El Nite. No próximo sábado, KKing Kong marca presença no Lisboa Dance Festival e o ReB esteve à conversa com o produtor para percebermos o que vem aí:

 


Lançaste o teu EP de estreia em Novembro. Como é que foi a recepção do público?

No geral, penso que foi positivo. É muito porreiro ver as pessoas a reagir às faixas que tu criaste e à visão que tinhas. A ”Damaia” deve ser a faixa mais facilmente reconhecível do EP por causa do sample de voz que coloquei antes do drop. Sinto-me também muito feliz de ter recebido apoio de vários DJs como o Sango, DJ Snake, Brenmar, entre outros.

Sei que os Buraka Som Sistema são pilares na tua identidade artística e, certamente, que a Pongo faz parte desse imaginário. Como é que surge a oportunidade de trabalhar com ela e como é que decorreu o processo?

Após o lançamento do EP, tínhamos a ideia de fazer uma versão com voz do single e acho que fez sentido para todos que a pessoa que fizesse exactamente isso fosse a Pongolove. A primeira vez que esta versão foi utilizada foi no RBMA Culture Clash, no Coliseu dos Recreios, e acho que aí percebemos todos que havia ali algo muito porreiro e que isto tinha que arrancar. Foi um privilégio ter trabalhado com a Pongolove, ainda para mais numa faixa minha. Ela consegue dar toda uma nova energia à faixa.

Vais actuar no Lisboa Dance Festival no próximo fim-de-semana. O que é que podemos esperar do teu set? 

Vou fazer um set muito dentro da linha daquilo que é o estilo da Enchufada: faixas minhas, de amigos e outras cenas que provoquem o pânico. Acho que as três músicas que não irão faltar são: Kking Kong – “Damaia”, Dotorado Pro – “Rei das Marimbas” e DJ Lilocox – “Príncipe”.

Voltaste a estar envolvido no novo single do Carlão. Na altura que te entrevistei sobre o EP de estreia, falaste numa série de projectos em que andavas a trabalhar com rappers. Já existem prognósticos de lançamento para as colaborações com Vilão ou Mike El Nite?

Em relação ao projecto do Vilão, temos estado a rever as cenas todas para que as coisas saiam bem feitas e que estejamos todos confortáveis com o resultado final. Com o Mike El Nite, também falta limar algumas arestas nos instrumentais que tenho.

Planos para 2017: o que é que temos aí a rebentar do teu lado?

Estou a finalizar um EP free que quero lançar brevemente e depois gostava de editar novamente algo no Verão ou um pouco mais tarde. Tenho também algumas produções com outros artistas a serem feitas.

 


pub

Últimos da categoria: Avanços

RBTV

Últimos artigos