Deantoni Parks edita na Leaving Records como Technoself

[FOTO] Direitos Reservados

Technoself é Deantoni Parks em diálogo consigo mesmo: dois lados – o de baterista metronómico, capaz de soar como uma máquina, e o de utilizador de tecnologia, que humaniza de forma original. Deantoni Parks tem uma carreira muito bem recheada: lidera o projecto de jazz KUDU, mas já colaborou com artistas tão distintos como Sade, John Cale, The Mars Volta ou Flying Lotus. Technoself mostra-o finalmente em modo solitário.

Três das faixas do trabalho de estreia de Technoself foram gravadas ao vivo numa sessão na loja Dublab, amostras claras da destreza técnica de Parks, mas também da sua capacidade de desconstruir linguagens. De acordo com o próprio Deantoni Parks, “o som que resulta em Technoself é a síntese de sons que são refinados, filtrados e re-arranjados no espaço de tempo do próprio pensamento”. O que remete para o conceito de composição instantânea associada à música improvisada. Não há overdubs ou loops no trabalho de estreia de Technoself, tudo nasce do momento e nada é pré-programado. Ou seja, o disco traduz-se numa paisagem soluçante de fragmentos que vão sendo sincopados em directo, com Parks a assumir a bateria e os teclados e samplers em tempo real e em modo solitário.

Technoself é disponibilizado em streaming, mas também em formatos físicos como o CD, o LP e a cassete, com este último suporte a incluir mesmo um tema inédito. A edição é da mesma Leaving Records em cujo catálogo se abrigam trabalhos de Ras G, Matthewdavid ou Julia Holter, entre muitos outros.


 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team