Colectivo BATUK apresenta disco de estreia em Portugal

[FOTO] Direitos Reservados

 

Música da Terra, álbum de estreia do colectivo pan-africano BATUK, chega às lojas a 27 de Maio e conta com apresentações ao vivo em palcos europeus, incluindo Portugal, ao longo do próximo Verão. Porto, a 4 de Junho, e Torre de Belém, em Lisboa, a 1 de Julho, são as datas portuguesas na agenda da banda.

Fundado pelos produtores sul-africanos Aero Manyelo e Spoek Mathambo e pela vocalista moçambicana Manteiga, BATUK produz uma linguagem house influenciada pelos ritmos global com a missão de “conectar com a diáspora africana através da partilha da cultura, do ritmo e da língua”. As colaborações com Ndlovu, da África do Sul, Grupo Zore e Grupo Makarita, de Moçambique e Giovanni Kiyingi, Annet Nandujja, Lebon e Nilotica do Uganda asseguram uma amostra eclética de ritmos africanos num disco em que o afrohouse dita os BPMs e as tonalidades dançantes recolhidas de universos musicais africanos compõem uma narrativa transversal ao continente.

Com influências de afrohouse, deep house, soul, zouk, techno e música tradicional africana, o trio representa a alma da juventude orgulhosamente africana com um estado de espírito global. Até ao momento, o projecto contou com colaborações multifacetadas da África do Sul, de Moçambique e do Uganda, que resultaram num som capaz de capturar a imaginação de ouvintes de todo o mundo”, acrescenta a nota de informação disponibilizada à imprensa.

A linguagem global dos BATUK, que se pode escutar no EP Daniel que lançaram em Janeiro, estará, em parte, vinculada à relação de proximidade entre os produtores sul-africanos e os Buraka Som Sistema. Manyelo, por exemplo, editou em Outubro o single “DNA Test” na Enchufada; e Mathambo esteve no Lux Frágil há cinco anos para uma Hard Ass Sessions. Sinergias com o grupo português que serão reforçadas durante a passagem do colectivo por Lisboa, já que Buraka e BATUK vão partilhar o palco no encerramento das festas populares de Lisboa.

Com líricas que versam a xenofobia ou os direitos das mulheres, Música da Terra é um discurso de reflexão sobre o contexto social contemporâneo do continente africano. Mas não só: o single “Puta”, o mais recente a receber tratamento vídeo, escancara a violência, física e verbal, dirigida às mulheres um pouco por todo o mundo. Noutro registo, “Daniel” e “Call Me Naughty”, os outros dois singles de avanço, seguem outras vias de representação de um discurso socialmente atento.

Amostras que escutaremos em Portugal aquando da passem dos BATUK por Lisboa e Porto. Para a diáspora portuguesa – e já agora luso-africana – ficam as datas da tour europeia do colectivo.

20 Maio, Paris, France
21 Maio, Sion, Switzerland
27 Maio, Bordeaux, France
04 Junho, Porto, Portugal
25 Junho, Pescara, Italy
30 Junho, Fusion Festival, Germany
01 Julho, Lisboa, Portugal – Encerramento das Festas de Lisboa com Buraka Som Sistema
08 Julho, Gagnef, Sweden
27 Julho, Pinireos Sur Festival, Spain
30 Julho, Les Escales, France

 

 

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team