Buraka Som Sistema encerram ciclo com “paragem por tempo indeterminado”

“Nada se perde, tudo se transforma, por isso mais do que acabar queremos chamar a isto uma paragem por tempo indeterminado.” Foi com esta mensagem publicada hoje na página oficial de Facebook que os Buraka Som Sistema anunciaram que em 2016 vão “fechar o ciclo de existência” do projecto.

O colectivo que actuou ontem no Piknic Electrónik, aquele que segundo indicam foi o último espectáculo deste ano, justifica a decisão com a necessidade de “parar, respirar e ter tempo para outros projectos”, sublinhando, ainda assim, que estão a preparar uma tour muito especial para a celebração dos 10 anos de carreira.

Fundados em 2006, os Buraka Som Sistema marcaram uma era na música de influência luso-africana nascida nos arredores de Lisboa. Numa década lançaram dois EPs, três álbuns, um sem número de singles, actuaram em quase um milhar de concertos por todo o mundo e ainda criaram, através de Branko e Kalaf, a mundialmente reconhecida Enchufada.

Porém, os Buraka Som Sistema deixam em Portugal uma marca que vai muito além dos registos sonoros presentes no seu catálogo: abriram as portas para a emergência de uma nova geração de produtores de referenciais sónicos da África lusófona e da electrónica urbana projectada na periferia lisboeta, como é o caso de DJ Marfox e da turma da Príncipe Discos.

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team