pub

Bons Sons: quatro razões para não falhar a presença em Cem Soldos

[FOTO] Daniel José

 

O Bons Sons regressa a Cem Soldos amanhã e, como tem sido habitual, apresenta argumentos de peso para convencer os amantes de música a deslocarem-se para três dias de festa na aldeia. Nomes como Carlão, Xinobi, Sérgio Godinho ou Capicua já passaram pelo festival e mostraram que a celebração da música portuguesa faz ainda mais sentido quando é feita fora dos grandes centros.

O ReB escolheu quatro pontos importantes que servem como razões para não falharem a presença no festival.

 


[SENSIBLE SOCCERS]

O trio trouxe algo de novo – vai à ambient music, krautrock ou até ao post-rock – ao universo musical português com os excelentes 8 e Villa Soledade, os últimos dois trabalhos do grupo do Norte. A prática do krautrock à portuguesa é o prato principal nesta refeição e os Sensible Soccers irão levar a audiência presente por terrenos esotéricos.

 


[A CELEBRAÇÃO DOS 10 ANOS DA ENCHUFADA]

A Enchufada é um dos novos pilares da música portuguesa contemporânea – atente-se ao sucesso dos Buraka Som Sistema e à consequente abertura à Batida de Lisboa – e o Bons Sons recebe mais uma festa que celebra a vida longa desta editora. Branko, Rastronaut e Dotorado Pro têm armas diferentes, mas partem todos do mesmo sítio: os ritmos quentes. Estão prometidas marimbas e sons que vão da América Latina a África, mas acima de tudo está prometido qualidade garantida e vontade de mover a anca até não poder mais.

 


[TRÊS PRÍNCIPES]

A consequência directa dos 10 anos da Enchufada está aqui bem representada. A música com raízes africanas sempre foi ofuscada por as mais variadas razões em território nacional, mas hoje é indissociável do nome Portugal. DJ Lilocox, Niagara e Puto Márcio são os craques a entrar em campo com a camisola da Príncipe Discos e prometem Mambos Levis D’Outro Mundo para meterem a aldeia a dançar.

 


[DA CHICK]

“We want the funk”, pode-se ouvir em “King Kunta” de Kendrick Lamar e Da Chick parece reger-se por essa máxima. Quem já viu em palco sabe o que pode esperar: energias a picar no máximo, R&B, funk e disco num caldeirão musical e uma vontade enorme de não deixar ninguém descansado durante todo o concerto.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos