pub

Texto: ReB Team
Fotografia: Raven B. Varona

Jigga está a utilizar a sua plataforma para chegar aos lugares mais altos.

Anúncios nos jornais e telefonemas para governadores: Jay-Z pede justiça por George Floyd

Texto: ReB Team
Fotografia: Raven B. Varona

Ontem, Jay-Z e o braço filantrópico da sua Roc Nation, a Team Roc, deram o seu contributo para o movimento anti-racista que ganhou novos desenvolvimentos depois da morte de George Floyd: segundo a Rolling Stone, o rapper publicou anúncios de página inteira em jornais como o The New York Times, The Chicago Tribune e The Philadelphia Enquirer, entre outros.

A dedicatória directa ao homem negro, nativo de Houston, Texas, de 46 anos foi feita com recurso a um discurso que Martin Luther King fez em Selma, Alabama, em 1965. Podem encontrar a imagem no Twitter e no Instagram. O autor de 4:44 não é o único signatário desta mensagem: a National Association of Criminal Defense Lawyers e a Women’s Global Initiative, Michelle Kenney, mãe de Antwon Rose II, ou Danroy e Angella Henry, os pais de DJ Henry, juntam-se igualmente à iniciativa.

Uns dias antes, o rapper de Brooklyn, Nova Iorque, ligou ao governador de Minnesota para lhe pedir justiça. E a partir da mesma casa, Beyoncé também apelou para que os envolvidos na morte de Floyd fossem acusados.

Em 2016, o MC americano escolheu a banda sonora para os tempos conturbados pós-mortes de Alton Sterling e Philando Castile. Quatros anos depois, a segunda playlist da série foi colocada no seu Tidal e contém canções de Jay Electronica, Nina Simone, 2Pac, Public Enemy, Gil Scott-Heron ou Marvin Gaye.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos