pub

Texto: ReB Team
Ilustração: Paul Grelet/Bandcamp

O jazz está morto. Longa vida ao jazz!

Adrian Younge e Ali Shaheed Muhammad unem esforços com os seus heróis em nova compilação

Texto: ReB Team
Ilustração: Paul Grelet/Bandcamp
Adrian Younge e Ali Shaheed Muhammad tiveram a oportunidade de se juntar aos seus heróis musicais no estúdio e o primeiro resultado dessas sessões aterra no Bandcamp já esta sexta-feira, dia 20 de Março, compilando oito faixas, cada uma delas criada com um convidado diferente — Roy Ayers, Azymuth, Marcos Valle, Gary Bartz, Brian Jackson, João Donato, Doug Carn e The Midnight Hour são os nomes que surgem nos créditos de Jazz Is Dead, o título da compilação e o nome da editora. O termo “jazz is dead” é creditado a Andrew Lojero, fundador da Art Don’t Sleep e manager dos dois músicos norte-americanos. O conceito arrancou em 2017 com uma série de residências no Lodge Room, em Highland Park, Califórnia, por onde passaram algumas das “vozes” mais importantes da cena jazz global — como Brandon Coleman, José James, Tony Allen, Theo Croker, Nubya Garcia ou Shabaka Hutchings e os seus The Ancestors e The Comet Is Coming —, mas também gente que que levou o género para além das suas fronteiras — como Ras G, Georgia Anne Muldrow ou Shigeto. Segundo a informação que podemos encontrar no Bandcamp e no site do novo selo editorial, o objectivo é lançar sete discos em 2020: todos compostos e produzidos pela “jovem” dupla em colaboração com os veteranos.

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos