pub

Fotografia: Inês d'Orey

Quatro sessões na calha.

A Boca do Lobo no Lux reabre este fim-de-semana

Fotografia: Inês d'Orey

Depois da paragem forçada em Março passado, o ciclo A Boca do Lobo regressa ao activo para reabrir a programação (não-digital) do Lux Frágil. Este domingo, dia 30 de Agosto, entre as 19h30 e as 20h30, Joana Gama, pianista reconhecida no âmbito da música erudita, inicia (no parque de estacionamento) este conjunto de concertos no club de Santa Apolónia, Lisboa.

Normalmente reconhecido pela sua agenda preenchida e cuidada no mundo da electrónica que habita a pista de dança, o espaço abre as portas para um registo não menos exploratório, mas mais acústico. “A Boca do Lobo é sobre utopia. É uma aventura em direcção a territórios desconhecidos de excitação e desafio”, revelava-se em Dezembro do ano passado. Seguindo essas orientações, não se estranha os nomes escolhidos para as próximas apresentações: Joana Gama (pianista), Angélica Salvi (harpista), Pedro Branco (guitarrista) e Helena Silva (violinista). Seja com os mais contemplativos minimalismos ambient ou com os loops carregados de exploração tímbrica e estrutural, A Boca do Lobo promete esbater novamente os contornos que definem “a música clássica e tudo o resto”.

Para além do espectáculo deste fim-de-semana, os restantes concertos realizam-se nos dias 11 e 25 de Setembro, e 10 de Outubro. Para mais informações ou reservas, podem contactar via lux@luxfragil.com ou ligar para o número 21 882 08 90.


pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos