7 Dias, 7 Vídeos

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal no terreno do hip hop. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.

 


[DJ Muggs & MF DOOM] “Death Wish” feat. Freddie Gibbs

Desta vez foi DJ Muggs quem nos fez crescer água na boca. No final do ano passado, o veterano produtor dos Cypress Hill revelava as suas intenções de editar um trabalho em colaboração com o eterno MC da máscara. A ideia de um novo disco com rimas de MF DOOM a solo não passou de uma miragem, já que MUGGS X DOOM conta apenas com duas faixas editadas em vinil, que é comercializado a preço de coleccionador. “Death Wish” foi o tema escolhido para ser servido com acompanhamento visual e tem também Freddie Gibbs no microfone, ele que, no mesmo dia da edição da faixa, soltou uma nova mixtape.

 


[Evidence] “The Factory”

Weather or Not é um dos discos lançados em 2018 que está mais bem cotado dentro da redacção do Rimas e Batidas. Evidence regressou aos álbuns em nome próprio no arranque do ano e, como tem sido habitual, o rótulo de clássico é quase inseparável de qualquer obra que contenha versos do rapper dos Dilated Peoples. “The Factory” é o mais recente tema a passar para o formato de single, acompanhado com um vídeo de Jason Goldwatch.

Também no mês de Junho, Ev juntou-se a Slug, seu colega na Rhymesayers, em “North American Money” e anunciou as datas da sua tour europeia — Portugal está fora do horizonte mas França, Inglaterra ou Itália podem ser opções credíveis para não perder a oportunidade de ver ao vivo um dos maiores artesãos da rima da actualidade.

 


[IDK] “Trippie Redd’s Freestyle”

Jay IDK (ou apenas IDK) criou algum ruído nos últimos dias com o seu “Trippie Redd’s Freestyle”. Num vídeo que se assemelha ao cenário típico das XXL Freshman Cyphers, o rapper aponta o dedo às actuais plataformas de divulgação por, segundo ele, não darem o devido valor aos novos talentos da escrita, que cada vez mais ficam tapados na indústria musical por performers com menores capacidades para criar arte. Depois de ouvidos os freestyles da edição deste ano da turma de caloiros da XXL, é caso para dizer que Jay leva a taça consigo para casa sem sequer participar no certame.

IDK traduz-se Ignorantly Delivering Knowledge. Por detrás do alter-ego, Jason Mills é um jovem MC nascido em Londres mas criado em Prince George’s County, Maryland. IWASVERYBAD foi o seu disco de estreia, editado no ano passado, e teve o aval de algumas lendas do hip hop — Del The Funky Homosapien e MF DOOM trocaram versos com IDK.

 


[Kool G Rap & 38 Spesh] “Dead Or Alive” feat. Cormega (prod. Midnite)

O nova-iorquino 38 Spesh tem sido um dos MC próximos do universo da Griselda Records. Para o seu novo projecto, o rapper recrutou o histórico Kool G Rap para dividir consigo o microfone. Son Of G Rap faz o contraste entre a nova e a velha escola do rap da cidade que nunca dorme e chega-nos na próxima sexta-feira. E está recheado de boas razões para o manter-mos debaixo de olho: The Alchemist, DJ Premier, Daringer ou Pete Rock asseguram alguma da produção, com N.O.R.E., AZ, Benny The Butcher ou Meyhem Lauren entre o lote de MC convidados. “Dead Or Alive” é o primeiro avanço desse trabalho a duas vozes, no qual colaboram também Cormega e Midnite.

 


[Old Man Saxon] “See Me Like This”

Saxon Kincy passou alguns anos a viver no seu carro, a acumular dinheiro e letras de rap nos seus bolsos para perseguir uma carreira no rap. The Persuit é o segundo capítulo dessa ambiciosa viagem, o curta-duração do qual este “See Me Like This” faz parte. Actualmente, Saxon é professor de rap no Musicians Institute, em Los Angeles, Califórnia, e não é por isso estranho que domine as bases como ninguém — “See Me Like This” é um daqueles breakbeats regados de funk à moda antiga, o palco perfeito para os mais ágeis mestres de cerimónias.

 


[Black Josh] “2 Fone Shawty” (prod. Reklews)

Yung Sweg Lawd continua a ganhar forma. O disco de estreia de Black Josh pela Blah Records, de Lee Scott, é anunciado “para breve” e tem sido antecipado através vários singles. “2 Fone Shawty” sucede a “YungSwegLawd” e “Dem Ways”, avanços daquele que poderá ser um projecto de afirmação para o rapper de Manchester.

 


[Bisk] “Koyote” (prod. Morriarchi)

Também a defender as cores da Blah Records, Bisk editou o vídeo para “Koyote”, tema retirado do seu mais recente Hardcorepimpfunk. O MC de Londres tem estado imparável em 2018 e já lançou nada mais nada menos do que seis LPs desde o arranque do ano.

Gonçalo Oliveira

Gonçalo Oliveira

Filho bastardo do jazz e da soul que encontrou no hip hop uma nova forma de abordar linguagens musicais perdidas no tempo. Não tem uma música favorita porque Jimi Hendrix e J Dilla nunca trabalharam juntos.
Gonçalo Oliveira