Som Riscado – A música experimental contemporânea como epicentro num festival multidisciplinar

[TEXTO] Vasco Completo [FOTO] Direitos Reservados

Arranca hoje a 4ª edição do Som Riscado, festival de música e imagem de Loulé que se estende até ao dia 14 de Abril. Dedicado a “estudantes de artes, música e imagem, (…) artistas, performers, DJs” e a todos os entusiastas de música experimental, a edição deste ano dispõe dum programa rico, multidisciplinar e interactivo, que vai desde masterclasses a espectáculos, de exposições a instalações-concerto. 

A diversidade dá-se também pelos artistas que integram a agenda do festival: há Vítor Rua (que toca com os The Metaphysical Angels), André Tentugal, Carlos Zíngaro, Lixoluxopóetico ou Noiserv – todos juntos participam no “Concílio Riscado dos Deuses”, uma talk que tem lugar logo no primeiro dia do festival. Além destas figuras da música portuguesa, estará também presente Chassol, compositor francês (com créditos em Endless e Blonde de Frank Ocean, e ainda no recente When I Get Home de Solange) para apresentação do seu Big Sun, de 2015.

O festival constitui uma dinâmica muito interessante ao nível formativo, ao mesmo tempo que se caracteriza pela proximidade com a comunidade escolar e institucional da região do sul do país.


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team