Sexta-feira farta: novos trabalhos de Vic Mensa, Kodak Black, Dirty Dike e Method Man

[FOTO] Sebastião Santana

2018 está a chegar ao fim e há ainda artistas que têm uma palavra a dizer no que a edições diz respeito. O dia de hoje traz-nos rap proveniente de várias escolas e para todas as idades: Kodak Black é o mais novo mas já reúne uma lista interessante de trabalhos à qual se junta agora o segundo álbum de originais; Vic Mensa tem alguns anos de experiência e, depois de de se ter estreado nos LPs, no ano passado, regressou hoje ao formato de curta-duração; Dirty Dike é um veterano em actividade na cena rap do Reino Unido e alcança em Acrylic Snail o quinto registo; Curiosamente, Meth Lab Season 2: The Lithium faz a ponte entre as várias gerações: o lendário Method Man oferece a oportunidade a alguns newcomers da sua zona para brilharem juntos dos grandes.

 


[Vic Mensa] Hooligans

Após editar o álbum de estreia The Autobiography no ano passado, Vic Mensa não quis passar 2018 em branco e compilou oito novos temas no seu regresso aos EPs. Hooligans tem o carimbo da Roc Nation e alguma produção do próprio Vic Mensa, aqui auxiliado por Marshmello, Travis Barker, Keyon Christ, BL$$D ou Nez & Rio. “Dark Thing” é o único tema a solo do rapper de Chicago, que em Hooligans contou com as presenças de Ty Dolla $ign, G-Eazy, G Herbo, Mr Hudson ou Charlie Wilson.

 


[Kodak Black] Dying To Live

Kodak Black nem sempre é notícia pelos melhores motivos e a juventude conturbada tem-lhe impossibilitado de estar mais presente no panorama norte-americano. O rapper de Pompano Beach, Flórida, passou a maior parte de 2018 encarcerado, saindo em liberdade em Agosto. Foi a partir dessa altura que Kodak começou a revelar os contornos do seu segundo álbum através de sucessivos singles. Dying To Live é um projecto maioritariamente solitário, com Travis Scott, Offset, Juice WRLD e Lil Pump nos convidados. A produção ficou ao cargo de nomes como Southside, Major Nine ou Ben Billions.

 


[Dirty Dike] Acrylic Snail

O quinto disco de Dirty Dike chega-nos dez anos após a sua estreia no formato, com Bogies And Alcohol, editado em 2008 pela Contact Play. Desde então que o nome do rapper de Cambridge é presença habitual nas discussões acerca de quem reina no underground britânico, assinando álbuns clássicos em nome próprio ou até produzindo para os newcomers que se seguem, como aconteceu no LP de estreia de Ocean Wisdom. Acrylic Snail foi sendo antecipado com alguns singles e tem Lee Scott, Dabbla, Jam Baxter, Rag’n’Bone Man ou Leaf Dog entre os convidados.

 


[Method Man] Meth Lab Season 2: The Lithium

Method Man aproveita o seu novo lançamento para dar a conhecer algumas das novas vozes que têm surgido nas ruas de Staten Island. Meth Lab Season 2: The Lithium é a oportunidade de ouro para muitos destes recém-chegados, que pela primeira vez vêem o seu nome numa lista recheada de tantos outros MCs de estatuto lendário como Snoop Dogg, Redman, Noreaga e, claro, Raekwon, Cappadonna ou Masta Killa, colegas de Meth nos Wu-Tang Clan.

ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team