/ Últimas curtas

A OpAmp regressa ao Musicbox e nós temos dois bilhetes duplos para oferecer

Die Von Brau, Alex Fx, DWARF e WAG em viagem do techno ao trap em nova noite da promotora no espaço cultural lisboeta.

Ler +

O feminismo e a voz de Violet

Maria Amor (aka Honey) reflecte no girl empowerment nas artes e na sociedade em geral a partir da remistura de “Transition” dos Underground Resistance pela portuguesa Violet cuja versão acapella foi a banda sonora da Versace no Milan Fashion Week.

Ler +

RBTV: O mundo de Batida(s) de Pedro Coquenão – Parte II

A rádio como “despertador” da personalidade musical de Pedro Coquenão. O artista aprofunda também outras influências na criação de Batida: as pessoas e os lugares – da Amadora à África do Sul, com óbvias paragens em Luanda – que ajudam numa possível definição de tudo o que vai criando na sua garagem da Ajuda.

Ler +

Português Elite Athlete lança EP na australiana Cult Trip Records

Californian Rites é a primeira edição do produtor EDM natural de Coimbra.

Ler +

Phoenix R.D.C. dedica rimas a Luaty Beirão

As mensagens de apoio vão-se multiplicando e o rapper de Lisboa foi mais um a juntar-se à luta.

Ler +

pretochines é o produtor que se segue em nova edição PAYDAY da Monster Jinx

“Luanda” é trap que encontra referências no jazz.

Ler +

Jameson Urban Routes leva RP Boo, Andy Stott e Xinobi ao MusicBox

O festival promete agitar a capital em dois fins-de-semana: de 22 a 24 de Outubro; e depois a 30 e 31 de Outubro, sempre na sala do Cais do Sodré.

Ler +

Último Mortal: A estreia de Puro L

O rapper do Porto lançou o seu álbum de estreia e fala-nos das vicissitudes de um “mísero mortal”.

Ler +

Longas

Panda Bear na Culturgest: Buoys em alta fidelidade

O artista norte-americano apresentou ontem o seu mais recente disco.

Ler +

Praso: “Muita gente gosta do glitter e do fantástico, mas quem vive a vida real acaba por criar uma maior empatia com este tipo de som”

O rapper e produtor dos Alcool Club acaba de lançar L.E.V., disco com participações de BK’, Sain, Tatanka, Prizko, Uno, Subtil, TOM ou Montana.

Ler +

Os Golpe de Estado foram os primeiros a samplar o 25 de Abril

Corria o ano de 1989, a Inglaterra estava ao rubro com a revolução Acid House e, em Portugal, o primeiro registo hip hop estava a 5 anos de distância. Mas os Golpe de Estado de Paulo Abelho e Tiago Lopes já traduziam a história através de batidas e samples.

Ler +

Rubricas

Crónicas de um HipHopcondríaco #19: Saber ler e interpretar

Do hip hop para qualquer lado: Crónicas de um HipHopcondríaco é da autoria de Manuel Rodrigues.

Ler +

Terminal 1 #16

Emissão #16 de Terminal 1 – assinado por Núria R. Pinto – em exclusivo no Rimas e Batidas.

Ler +

Da Raiz ao Ritmo #130

“Viajar pela música” com a pós-escuta do programa de autor de Rocky Marsiano na Rádio Oxigénio.

Ler +