pub

Karlon sobre “Fotocópia”: “Tem o intuito de fomentar os novos MCs a procurarem a sua identidade e que não se deixem levar por tendências.”

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

Karlon é o próximo artista a preparar uma edição pela Crate Records. O álbum, Tardígrado, será produzido na íntegra por Razat e “Fotocópia” é o primeiro single revelado.

A maturidade do rapper ex-Nigga Poison tem-no levado a um sucessivo número de edições no últimos anos através das quais tem doseado as rimas entre mixtapes de álbuns. MixFake é o seu mais recente lançamento, um conjunto de 5 temas que chegou às plataformas de streaming durante o passado mês de Junho. Agora Karlon junta-se ao talento da nova escola que fervilha no seio da Crate Records e Tardígrado será o resultado do trabalho de estúdio que tem desenvolvido com Razat.

Além do hip hop, Karlon tem dado cartas também na arte do cinema. João Salaviza colocou o histórico MC à prova em frente às câmeras na sua Altas Cidades de Ossadas, uma curta-metragem que recentemente esteve em exibição na Fundação Calouste Gulbenkian e que levou ainda a dupla a concorrer à competição do Festival de Berlim.

“Fotocópias” é a primeira amostra da parceria que Karlon estabeleceu com Razat, o líder e mais activo produtor da Crate Records. O tema surge com o “intuito de fomentar os novos MCs a procurarem a sua identidade e que não se deixem levar por tendências.” Explica o rapper numa troca de ideias com a nossa redacção. Uma faixa de intervenção cultural para com o movimento do hip hop, onde é cada vez mais difícil detectar a originalidade de um artista face ao elevado número de newcomers que nascem, sobretudo, graças ao fenómeno das redes sociais.

“Tardígrado é o nome de um animal visto a microscópio, que tem condições para viver no espaço, debaixo de água e na terra. E renasce mesmo depois de morto, ou seja, as suas células revitalizam. É um dos seres vivos mais mais antigos em toda a história da humanidade.” Revela Karlon face ao nome adoptado para baptizar o álbum que se avizinha. Destaca ainda a ideia de um “trabalho muito experimental, tanto nos beats produzidos na íntegra pelo Razat, como no flow e nas rimas, que remetem para uma viagem desconhecida para o universo deste animal.”

Neuro MC, rapper da nova escola de Oeiras, é para já o único nome a surgir no alinhamento para o disco. Razat classifica todo o processo criativo enquanto algo natural, e conta ao Rimas e Batidas como foram os primeiros contactos entre os dois. “Estava num período em que andava a fazer muitos beats e o Karlon pediu-me para lhe enviar alguns. Mandei tipo 2 ou 3 e ele gravou logo no próprio dia.” Conta o produtor, remetendo ainda para a ligação entre o tardígrado e o percurso do rapper com quem agora prepara um álbum. “Com todas as dificuldades e muros que se ponham à sua frente, ele vai sempre sobreviver e ultrapassar.” Uma certa ideia de imortalidade, que Karlon subscreve para este seu Tardígrado: “que seja um álbum que fique para eternidade e que passe de gerações em gerações.”

 


https://youtu.be/2JgAbEx56DY

pub

Últimos da categoria: Curtas

RBTV

Últimos artigos