Porchy: da Rússia com amor

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Johnny Rudeboy

Não é novidade nenhuma de que existem portugueses espalhados pelo mundo a ocupar posições de destaque, e que muitas vezes escapam aos radares mediáticos do país de origem. Dário Vieira é um desses exemplos, um rapper/produtor/DJ/realizador a residir na Rússia há cinco anos e que tem sido uma peça importante no jogo de bastidores de Oxxxymiron, um dos mais badalados MCs da cena russa, para quem produziu um álbum inteiro.

No circuito português, Porchy deixou a sua marca na música de Chyna ou Bispo por intermédio do amigo Fumaxa. É o produtor de Mem Martins quem está ao seu lado na Caught A Star, uma crew de produção que vive na Internet e conta com membros espalhados um pouco por todo o globo.

Apesar de todas estas colaborações e parcerias que Porchy estabelece pelo mundo fora, o sonho de uma carreira a solo persiste e até podemos assumir que vai bem encaminhada. O seu sexto single do ano, “Savages And Bandits”, é um novo avanço de Waves, o seu terceiro LP. “Faded”, outro dos temas que antecipam o disco, tem o norte-americano Dizaster como convidado, um veterano battle rapper que em 2017 mediu forças com Oxxxymiron e fez parte do elenco de Bodied, um filme que foca o rap de competição e tem produção de Eminem. Nos últimos dias, Porchy também assinou o verso de entrada em “Konstrukt”, um cypher made in Russia.

O Rimas e Batidas esteve à conversa com Dário Vieira para saber mais sobre o seu percurso e o futuro.

 



[As origens]

“Sou português, de Mem Martins. Saí de Portugal aos 10 anos e fui para Inglaterra — cresci em Londres. Agora moro na Rússia já há cinco anos. Comecei a trabalhar na música aos 15 anos de idade, a produzir beats e a fazer rap também. Sou amigo de infância do Kombat, que também é português e canta em inglês. Começámos a cantar praticamente ao mesmo tempo. Sou também amigo do Fumaxa — conhecemo-nos há mais de 20 anos.”

[O próximo disco: Waves]

“A ‘Savage & Bandits’ é o sexto single do Waves, álbum que vou lançar no fim de Agosto. Ainda não está completo mas vai ser um álbum com 11 ou 12 faixas e tem um feature do Dizaster, um battle rapper norte-americano que entra no Bodied, o novo filme com a produção do Eminem. Também entram no disco alguns rappers russos, como o Oxxxymiron, que é muito conhecido por cá.”

 

[Da Rússia aos EUA]

“Eu produzo e faço DJing para o Oxxxymiron há seis anos, ainda antes da fama. Fui eu que produzi o Gorgorod na íntegra, o segundo álbum dele. No ano passado, o Oxxxy teve uma batalha em Los Angeles contra o Dizaster e foi lá que o conheci. Depois, ele participou na tour do Oxxxy, aqui na Rússia, e ficámos amigos. Convidei-o para entrar na “Faded” e ele aceitou.”

[Caught A Star]

“O projecto ainda esta de pé mas não muito activo. Comecei este projecto porque conheço produtores um pouco por todo o mundo e a ideia por detrás do projecto era juntarmo-nos todos, partilharmos contactos, oportunidades e fazer colaborações. Cada produtor do grupo tem um estilo diferente, que vai desde o EDM até ao boomb bap. Agora com o álbum e os concertos não da muito para manter o projecto activo. Talvez mais tarde.”

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team