sbsr18
shaka_banner
eminem_revival_banner
lcdbanner_2
joey_banner_970x90px
ldf_banner
russ_2_970x90
lcd_rimas_batidas_banner_-02

/ Últimas curtas

Festival Rimas e Batidas: escuridão sensorial

Envolvida num manto breu, a Sala 2 do S. Jorge foi palco de um apelo aos sentidos no segundo dia do evento com a rave a rasgar de Shcuro e Lake Haze, a electrónica mais ambiental de Old Manual e o desconcerto de beats e rimas com VULTO. + L-ALI

Ler +

1º Festival Rimas e Batidas: o poder da electrónica

A noite de hoje, no Cinema São Jorge, conta com Lake Haze, Old Manual, Shcuro, Slug Beetle e a dupla VULTO. & L-ALI.

Ler +

Festival Rimas e Batidas: a noite em que o palco foi delas

Fábia Maia, Caroline Lethô, Blink e Sequin estiveram em palco no primeiro dia do Festival Rimas e Batidas no S. Jorge. Uma noite especial que também foi uma montra para os novos valores femininos da música nacional que se movimentam pelo hip hop, pela electrónica, pelos acústicos e pela pop.

Ler +

Branko: “Não consigo distanciar-me da ideia de querer complicar a vida das pessoas”

Atlas é o nome primeiro disco a sério de Branko. E é um trabalho sério que aqui está: cinco estúdios, cinco cidades, cinco pólos de cultura de música em três continentes e mais de 20 convidados a dar corpo ao álbum. João Barbosa é um produtor consistente nesta ideia de baralhar todas as premissas de conforto que podem estar associadas à tarefa de criar batidas. Foi em Lisboa, a sua eterna cidade que serve de amplificador para o resto do mundo, na discoteca Lux – considerada uma segunda casa deste agitador cultural – que nos sentámos à conversa com Branko.

Ler +

1º Festival Rimas e Batidas: “Senhoras primeiro!”

Fábia Maia, Caroline Lethô, Blink e Sequin com honras de abertura na primeira edição do festival que acontece de hoje até sábado no cinema São Jorge, em Lisboa.

Ler +

#ReBPlaylist: Agosto 2015

Sete escolhas sonoras que emergiram no mês alto do ócio perfazem a playlist da equipa Rimas e Batidas.

Ler +

Um dia com os Tribruto em Vila Nova de Milfontes: o antes e o depois do espectáculo na discoteca Sudwest

Estão constantemente na palhaçada, não perdem uma oportunidade para mandar uma punchline e raramente levam as coisas a sério. Este é o primeiro retrato que tiramos quando ouvimos a música dos Tribruto ou quando nos cruzamos alguns minutos com eles na rua. Mas serão eles sempre assim? Manuel Rodrigues acompanhou o colectivo numa roadtrip até Vila Nova de Milfontes para tentar perceber isso.

Ler +

1º Festival Rimas e Batidas: um sonho à espera da realidade

A revista rimasebatidas.pt leva quatro meses e meio de existência. Temos sede de futuro. E queremos mesmo ver onde isto vai dar.

Ler +

Longas

DISCObrimentos com Capicua: Navegar no passado e questionar o futuro

Sereia Louca foi o disco dissecado na primeira sessão da nova rubrica quinzenal no atmosfera m, em Lisboa.

Ler +

Os Octave One e as máquinas estão numa relação duradoura

O grupo norte-americano é um dos nomes confirmados no Lisboa Dance Festival 2018.

Ler +

Beautify Junkyards: “Terem convidado uma banda portuguesa para se juntar à família Ghost Box é motivo de orgulho”

“Aquarius” é o primeiro avanço de The Invisible World of Beautify Junkiards.

Ler +

Rubricas

Terminal 1 #1

Emissão #1 de Terminal 1 – assinado por Núria R. Pinto – em exclusivo no Rimas e Batidas.

Ler +

DarkSunnDays Vol. 32

Emissão #32 do podcast DarkSunnDays – assinado pelo produtor DarkSunn – em exclusivo no Rimas e Batidas.

Ler +

A Quinta do Oseias. #8

Emissão #8 d’A Quinta do Oseias – assinada pelo produtor Oseias – em exclusivo no Rimas e Batidas.

Ler +