Lovebug Starski, pioneiro do hip hop, morreu aos 57 anos

[FOTO] Direitos Reservados

Kevin Smith, conhecido no mundo do hip hop como Lovebug Starski, faleceu ontem à tarde na sua casa, em Las Vegas, devido a um ataque de cardíaco, confirmou o seu manager à NPR.

Parte da geração que moldou uma cultura a partir do Bronx nos anos 70 — o seu nome aparece ao lado de ilustres como DJ Kool Herc, Afrika Bambaataa, Grandmaster Flash e Grand Wizard Theodore –, o DJ e rapper nova-iorquino lançou um disco, House Rocker (1986), e uma série de singles que deixaram uma marca — em 2016, a Soul Jazz recuperou “Positive Life” para uma das suas compilações. No entanto, o seu legado mais importante é outro: o termo “hip hop”, é, segundo o próprio, uma criação sua.

 



“O que o separava dos outros era a sua habilidade para passar música e falar ao microfone — fazia ambos ao mesmo tempo. E ele era muito muito bom nisso. Ele teve um papel extremamente importante no desenvolvimento desse sskill. Hoje em dia todos fazemos isso — falar e tocar ao mesmo tempo –, mas no mundo do hip hop, Starski foi, provavelmente, o primeiro a consegui-lo”, disse Grandmaster Flash à Rolling Stone.

Em 1994, Notorious B.I.G. imortalizou o nome de Starski em “Juicy“, uma das melhores canções de sempre do universo hip hop, colocando-o ao lado de Kid Capri, Ron G, Brucie B e Funkmaster Flex.

As reacções à morte de Kevin Smith não se fizeram esperar e nomes como DJ Premier, Chuck D ou Just Blaze publicaram as suas condolências nas redes sociais.

 


ReB Team

ReB Team

Facebook.com/rimasebatidas
Twitter: @rimasebatidas
Instagram: @rimasebatidas
SoundCloud.com/rimasebatidas
YouTube.com/c/rimasebatidas
Mixcloud.com/rimasebatidas
ReB Team