7 Dias, 7 Vídeos

[TEXTO] Gonçalo Oliveira [FOTO] Direitos Reservados

Era digital, informação à velocidade da luz. Vídeos e músicas a soçobrar pelas plataformas virtuais. Novidades emaranhadas entre si, confusão sónica, sentidos desorientados. Quem nos guia? Por onde vamos? Para onde vamos?

7 Dias, 7 Vídeos é o resgate audiovisual semanal no terreno do hip hop. Filtragem de qualidade, barreira contra a poeira que nos cega com tanto de novo, com tanto para espreitar e escutar.

 


[Marlowe] “Lost Arts”

Solemn Brigham vai estrear-se nos discos e conta com a preciosa ajuda de L’Orange, produtor habituado a lidar com alguns dos mais interessantes liricistas do universo art rap. Como não podia deixar de ser, este é um projecto que sairá com a chancela da Mello Music Group. E está apontado para o dia 13 de Julho.

Jon Webb assina a realização deste “Lost Arts”, o primeiro avanço do disco homónimo da dupla. Um vídeo rico em efeitos visuais, com a complexidade suficiente para não desviarmos a atenção das palavras de Solemn Brigham, que ataca com força os riffs de John Cacavas em “Agent Who” — o sample que já utilizado pelos Non Phixion ganha uma nova vida com a subida dos BPMs e surge numa versão mais rockeira em “Lost Arts”.

 


[Evidence] “Bad Publicity” feat. Krondon (prod. Nottz)

Quinta entrada na saga audiovisual de Weather or Not, um dos grandes discos que nos chegaram neste 2018 que, até agora, se tem mostrado luxuoso. Mr. Slow Flow oferece-nos uma nova visita guiada pela sua Los Angeles, desta vez na companhia de Nottz e Krondon — também de LA, o discreto rapper é uma peça importante na cena West Coast, tendo recentemente colaborado com Rejjie Snow no seu disco de estreia. Snoop Dogg e Dr. Dre estão na sua carteira de clientes enquanto ghostwritter.

 


[Blasph] “Ondulação” (prod. Sam The Kid)

Uma daquelas combinações que têm tudo para dar certo: rimas de Blasph em batidas de Sam The Kid. “Ondulação” é o primeiro vez que o rapper da Margem Sul alinha a solo numa batida do eterno “miúdo” de Chelas, eles que já se tinham cruzado em temas que também contavam com as participações de Nerve ou Sanryse.

O videoclipe é o mais recente conteúdo da TV Chelas, de Sam The Kid, e figura numa lista de colaborações que já levaram o MC e produtor a servir Karlon, Bispo ou GROGNation com instrumentais. Todos estes singles serão posteriormente compilados num CD de contornos muito especiais, já que é por lá que vamos poder escutar STK numa faixa a solo, algo que não acontece há mais de 10 anos. Até ver, a “Ondulação” de Blasph parece ser das mais fortes neste mar de parcerias.

 


[Blu Samu] “Sade Blu”

Blu Samu chegou-nos aos ouvidos através de Osémio Boémio, produtor que convidou a portuguesa sediada na Bélgica para integrar o lote de artistas convidados no seu NO TIME 4 BAD DAYS, de 2016. Com um EP editado na recta final de 2015, não têm sido muitas as oportunidades para aplaudirmos músicas novas da MC/cantora que usa a língua inglesa como veículo de expressão. “Sade Blu” sucede a “I Run” e vem recheado de vibrações primaveris para acompanhar a subida das temperaturas.

 


[Fliptrix] “It’s Like That” (prod. Joe Corfield)

O fundador da High Focus está de regresso ao radar para revelar os primeiros contornos do sucessor de Patterns Of Escapism. “It’s Like That” é uma produção de Joe Corfield e serve como primeiro avanço de INEXHALE. Fliptrix volta a servir-nos o melhor do boom bap britânico com flow e delivery de primeira classe, motivos suficientes para nos deixar com água na boca à espera de mais novidades.

 


[Pizzy] “Mina de Ouro” feat. Psico, Tchoras & Dero Vibez

É Psico quem assina o verso de abertura em “Mina de Ouro”, o mais recente single de Pizzy que também conta com as participações de Tchoras e Dero Vibez. Psico, o homem que gere o estúdio da Caverna, é um dos responsáveis por lançar os Wet Bed Gang para a ribalta. Nome importante da primeira fornada de MCs a nascer na geração Internet, é também de si que parte a iniciativa para organizar aquela que é uma das obrigatórias mixtapes desta década — Painkillaz é eterna lembrança da vaga de punchliners da época. Em “Mina de Ouro”, o rapper regressa com a escrita apurada para o combate, ele que tem estado afastado dos microfones — “Funge”, dos WBG, foi a sua última aparição.

 


[Westside Gunn] “Lotto” feat. B.E.N.N.Y. The Butcher

Westside Gunn lanou o aviso: vem aí CHRIS BENOIT. Dois anos após a edição do seu disco de estreia — com muitas mixtapes, EPs e singles pelo caminho — a nova coqueluche da Shady Records prepara agora uma nova vaga de temas. Venenoso o suficiente para deixar fakes sem força nas canelas mas catchy q.b. para nos levar de volta para a lama. B.E.N.N.Y. The Butcher é o convidado de WSG em “Lotto”, que vem acompanhado de uma compilação de imagens de um combate clássico entre Chris Benoit e Chris Jericho.

Gonçalo Oliveira

Gonçalo Oliveira

Filho bastardo do jazz e da soul que encontrou no hip hop uma nova forma de abordar linguagens musicais perdidas no tempo. Não tem uma música favorita porque Jimi Hendrix e J Dilla nunca trabalharam juntos.
Gonçalo Oliveira